Acusação de envolvimento com ‘Máfia da Turmalina’ pode encerrar vida política de Ronaldinho Cunha Lima

Os problemas enfrentados pelo atual vice-prefeito de Campina Grande , Ronaldo Cunha Lima Filho (PSDB), podem acabar fortalecendo o nome do atual presidente da Câmara de Campina Grande , vereador Pimentel Filho (PSD), como futuro candidato a vice-prefeito, para as eleições municipais do ano que vem. Sobretudo, se os problemas enfrentados por Ronaldinho se acentuarem.

Esta semana, Pimentel concedeu entrevista e, no contato com jornalistas, elogiou a administração municipal, destacando o prefeito Romero Rodrigues (PSDB) como um homem operoso, de ações e determinado. Segundo Pimentel, a administração Romero tem avanços em toda a cidade e "em todos os sentidos".

O nome do presidente da Câmara de Campina Grande , Pimentel Filho (PSD) cresceu na bolsa de apostas para ser o vice de Romero Rodrigues (PSDB) nas eleições do ano que vem, sobretudo após as denúncias contra o atual vice, Ronaldo Cunha Lima Filho (PSDB), veiculadas em rede nacional

"Como em planejamento, obras, moradia, sobretudo em Saúde e Educação. Trata-se, de fato, de um grande administrador", enalteceu o vereador, em entrevista ao site MaisPB, do colega jornalista Heron Cid.

Ao mesmo tempo, a imprensa nacional divulgava os problemas enfrentados pelo vice-prefeito Ronaldinho, que foi alvo de matéria exibida no programa Repórter Record Investigação, da Rede Record, apontando suas supostas relações com pessoas acusadas de integrar a chamada Máfia da Turmalina Paraíba.

A reportagem cita que Ronaldinho é investigado pelo Ministério Público Federal da Paraíba (veja maiores detalhes e assista o vídeo com trecho da reportagem que cita o vice-prefeito de Campina Grande , CLIQUE AQUI).

Blog Carlos Magno