Agentes penitenciários da Paraíba devem paralisar atividades em março

Imagem do Google A Federação Nacional dos Servidores Penitenciários anunciou estado de greve da categoria e informou que fará paralisação por 24 horas no dia 15 de março nas penitenciárias em todo o país. O presidente da associação de Agentes Penitenciários da Paraíba, Marcelo Gervásio, disse que a Paraíba também deve aderir à paralisação.

Os servidores pedem a aprovação de uma Proposta de Emenda Constitucional, que está em tramitação na Câmara dos Deputados. A proposta inclui na Constituição o agente penitenciário como policia penal.

A categoria argumenta que já faz um trabalho de polícia dentro das cadeias, mas não são reconhecidos como agentes de segurança pública. "É uma pauta nacional, mas que nos atinge diretamente, tendo em vista que somos uma profissão que tem alto risco de vida", comentou Marcelo.

O presidente da Federação, Fernando Anunciação, diz que medida é necessária para padronizar e fortalecer o trabalho dos agentes penitenciários. O sindicalista disse que as atividades essenciais  nos presídios, como alimentação dos presos ou emergências de saúde serão mantidas, mas os outros serviços serão suspensos por 24 horas no dia 15 de março.

A categoria ainda promete novas paralisações de 48 horas, 72 horas e até uma greve por tempo indeterminado caso não haja avanços nas negociações com o governo e o Congresso Nacional.



com JP Online