Aprovados no processo seletivo para Upa de Cruz das Armas são convocados

O segundo edital de convocação para os profissionais aprovados no processo seletivo para a UPA Augusto Almeida Filho, em Cruz das Armas, foi divulgado nesta segunda-feira (12) pela Prefeitura Municipal de João Pessoa .

Os candidatos devem se apresentar nesta quarta-feira (14), a partir das 8h30 na sede da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), localizada na Avenida Júlia Freire s/n, Torre. O atendimento será por ordem de chegada e será realizado até às 14h. No edital os interessados podem encontrar todas as informações sobre os documentos necessários.

Os 37 candidatos convocados no novo edital vão preencher as vagas remanescentes dos convocados no primeiro edital, divulgado no início do mês. No novo edital são chamados profissionais que realizaram o processo seletivo nas áreas de agente administrativo, auxiliar de serviços gerais, auxiliar de farmácia, assistente social, bioquímico/biomédico, enfermeira plantonista, faturista, manutenção, maqueiro, recepcionista, técnico em enfermagem, técnico em informática, técnico em laboratório e vigilante.

Ao todo, foram disponibilizadas 312 vagas no processo seletivo, sendo seis no nível superior e seis no nível médio para o Samu, e 98 vagas em nível superior e 118 vagas em nível médio e técnico na área assistencial e uma vaga em nível superior e 83 vagas em nível médio na área administrativa da UPA Cruz das Armas.

Os salários variam de R$ 880 a R$ 1.756. O edital prevê ainda profissionais que vão trabalhar em regime de plantão. A remuneração por plantão varia de R$ 88 a R$ 750.

UPA - A UPA Cruz das Armas será articulada com a Estratégia da Família, Atenção Básica, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Unidades de Saúde da Família. O sistema de acolhimento será realizado por enfermeiros e se baseia na classificação de risco do Programa Nacional de Humanização do Ministério da Saúde. As UPAS funcionam 24 horas por dia, sete dias por semana, e podem resolver grande parte das urgências e emergências, como pressão e febre alta, fraturas, cortes, infarto e derrame.

O local conta com salas de raio X, engessamento, salas de suturas, aplicação de medicamentos, coleta de material para análises laboratoriais, postos de enfermagem, refeitório e estacionamento para funcionários, público em atendimento e unidade do Samu. Nas localidades que contam com UPA, 97% dos casos são solucionados na própria unidade. Quando o usuário chega às unidades, os médicos prestam socorro, controlam o problema e detalham o diagnóstico. Eles analisam se é necessário encaminhar a um hospital ou mantê-lo em observação.