Camará: Ricardo devolve ao povo o que é do povo e Nova Camará beneficiará 21 municípios ofertando água de boa qualidade para 50 mil pessoas

Camará: Ricardo devolve ao povo o que é do povo e Nova Camará beneficiará 21 municípios ofertando água de boa qualidade para 50 mil pessoas Camará simboliza essa mudança nos conceitos políticos e mostra a evolução estabelecida na administração pública estadual A construção do sistema Adutor Nova Camará expõe a visão administrativa de dois períodos de Governo na Paraíba. Um quando a miséria alheia não sensibilizava o governante do momento que não hesitou em deixar que a tragédia ocorresse para tirar proveito político; e outro que não apenas socorreu, mas reconstruiu por entender a necessidade exposta pelos prefeitos da região e, sobretudo, por reconhecer a importância da água para o fortalecimento da economia e para a melhoria da qualidade de vida da população.   Camará simboliza essa mudança nos conceitos políticos e mostra a evolução estabelecida na administração pública estadual voltada e pautada pelos interesses da maioria e que não prioriza ambições pessoais, capazes de atirar ao desespero e ao sofrimento populações inteiras como ocorreu em Alagoa Nova aonde a rivalidade política chegou às raias da criminalidade.     Camará já foi sinônimo de dor e aflição, quando a irresponsabilidade e a indiferença governamental expôs às pessoas ao sofrimento como ocorreu no dia 17 de junho de 2004 quando a barragem rompeu e 17milhões de metros cúbicos de água devastou o que existia em volta transformando-se numa tragédia que ganhou repercussão nacional principalmente quando chegou ao conhecimento público que o rompimento podia ter sido evitado caso o governador da época tivesse dado ouvidos ao que alertaram os técnicos.   O novo sistema garante água de boa qualidade para 21 municípios beneficiando quase 50 mil pessoas. O que já foi tragédia e motivo de desespero ressurge como esperança de dias melhores para milhares de paraibanos que confiaram no trabalho e optaram por um modelo de Governo que estendeu seu olhar para os mais desassistidos.   Governo autoriza licitação de ramais do sistema adutor Nova Camará   O governador Ricardo Coutinho esteve, na última quinta-feira (28), nas cidades de Montadas, Areial e Arara para assinar a ordem de licitação para a implantação de ramais do sistema adutor Nova Camará que garantirão o abastecimento de água nesses três municípios.   Os novos ramais do sistema adutor vão trazer segurança hídrica para aproximadamente 27 mil habitantes e representam um investimento de R$ 20 milhões. Prefeitos, deputados estaduais, vereadores, auxiliares do Governo e lideranças da região estiveram presentes.   Para o governador, ter abastecimento de água é essencial para a qualidade de vida do povo, por isso estes novos ramais do sistema adutor Nova Camará vão modificar para melhor a realidade da população de Montadas, Areial e Arara.   “Estamos trabalhando muito para ver o crescimento da Paraíba como um todo e com seis anos e nove meses de Governo posso dizer que o Estado passou por um grande desenvolvimento. Hoje Montadas, Areial e Arara iniciam o ciclo do retorno do abastecimento de água às torneiras das casas. Isso vai dar uma vida mais digna para todos”, frisou.   Ricardo Coutinho também lembrou que o Governo do Estado está construindo a TransParaíba, obra hídrica que vai levar água para todo o Curimataú.   “É uma obra grandiosa que será o símbolo da mudança de vida para o povo daquela região que tanto necessita do abastecimento de água”, pontuou.   Ele ainda agradeceu a participação popular nas audiências do Orçamento Democrático, destacando que a obra foi uma demanda levada pelo povo na plenária da região.   “Aqui iniciamos uma obra fruto do Orçamento, algo que a população pediu, apresentou a demanda e agora a resposta do Governo está chegando”, afirmou.   O secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevêdo, enfatizou que o Estado está implantando 1.380 km de adutoras para garantir a segurança hídrica para os paraibanos.   “Queremos que a vida das pessoas melhore e as cidades se desenvolvam, e isso acontece através da segurança hídrica. Água é vida e estamos implantando 1.380 km de adutoras para garantir esse bem precioso para a população. Hoje, mais uma licitação é assinada para, em breve, trazermos água de Camará para Montadas, Areial e Arara”, concluiu o secretário.   De acordo com o presidente da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), Hélio Cunha Lima, a obra que será feita pelo órgão vai captar a água na barragem Nova Camará que, atualmente, se encontra com um volume de 550 mil m³, mas deve alcançar um volume muito maior até que os novos ramais sejam concluídos.   A obra licitada consiste na implantação de 27 mil metros de adutora e na construção de uma estação elevatória e uma estação de tratamento, com capacidade para tratar 1.440 metros cúbicos de água por hora.   Segundo o prefeito de Arara, José Ailton, a falta de abastecimento de água é um dos maiores problemas enfrentados pelos cidadãos.   “Agradeço a Deus e ao governador por trazer esta alegria para o povo. Esta obra é um sonho de 40 anos que vai ser realizado, quando a água chegar nas torneiras. Estamos muito felizes”, comemorou.   “Esse Governo investe em todas as regiões e em diversas áreas. É água, é estrada, é escola, ou seja, diversas ações que mudam a vida da população. A volta da água nas torneiras irá fazer com que a vida dos habitantes dessa região seja muito melhor”, disse o deputado estadual Adriano Galdino.   O vereador de Montadas, Ramalho de Sousa , comentou que desde 2012 a população da cidade não tem água nas torneiras.   “Estamos vivendo um momento ímpar, porque sabemos que vamos ter a água de volta das torneiras, depois de tantos anos. Agradeço ao governador por iniciar esta obra que vai devolver o abastecimento de água para nosso povo”, falou.   A dona de casa Neide Almeida mora em Areial e citou algumas dificuldades que enfrenta, diariamente, devido a falta de abastecimento de água.   “Aqui a luta por água é grande. Tem dias que eu preciso deixar de comprar comida para comprar um botijão de água. Para lavar roupa é uma dificuldade, eu junto bastante e lavo bem rápido para não gastar muita água. Espero que essa obra fique pronta logo”, disse.   “Todos os dias peço a Deus para chover e assim poder encher os baldes sem precisar gastar dinheiro. É difícil viver sem água nas torneiras, mas tenho fé que essa obra que o governador anunciou hoje vai trazer água para todos nós”, comentou a moradora de Arara, Analice Barbosa.

Redação/ascom