Campina Grande está a beira do colapso da falta de água

Segundo o gerente regional da Cagepa, Ronaldo Menezes, o que vai definir o volume mínimo de retirada é a qualidade da água. "Podemos fazer projeções, mas o que vai contar é se a água está dentro dos padrões de qualidade quando o açude chegar a um nível mais baixo", ressaltou.

A Cagepa está usando bombas flutuantes para captar a água, pois o sistema convencional, que funciona por meio de gravidade, perdeu a eficácia. "Estamos fazendo um monitoramento diariamente para averiguar a qualidade da água e se há condições para abastecimento. Então ninguém precisa se preocupar", enfatizou.

Campina Grande faz parte da lista de 102 cidade que estão passando por racionamento na Paraíba.