Cantor Benito Di Paula relembra histórias de sua carreira e exalta importância da família

O cantor e compositor Benito Di Paula fez uma retrospectiva de sua carreira profissional como também fez questão de destacar a importância e o apoio que sempre recebeu da família. "Sempre trabalhei para a família, na nossa casa já fomos 15. Não tinha muito o que fazer, senão trabalhar, por isso, aprendi música com o meu pai", recorda Benito.
Durante entrevista ao Programa Rádio Verdade do Sistema Arapuan de Comunicação desta sexta-feira (8) apresentado por Heron Cid, Fabiano Gomes e Wellington Farias, Benito di Paula falou do passado e contouque nunca sentiu preconceito por ter trabalhado por tantos anos em boates. Segundo ele, entrava e saía como um artista. Nada de boemia.
Ele ainda relembra o lugar mais inusitado que já se apresentou. "Foi numa aldeia de índios. Tinha feito um show na cidade e eles queriam que eu fosse até a aldeia deles de qualquer maneira. Colocamos o piano no caminhão, levamos toda aparelhagem de som e foi ótimo. Eles sabiam cantar tudo", lembra.
Com 45 anos de carreira, o cantor celebra o fato de ter sempre trabalhado com o que gosta."Está tudo maravilhoso. Graças a Deus, não posso reclamar. Tenho um público grande, um repertório vasto e as pessoas curtem as músicas. E isso é muito agradável para o compositor e artista".
Além da música, o cantor revelou outra paixão: a família, que segundo ele é quase uma filosofia de vida. "Quando você faz as coisas pensando na sua família, você faz as coisas certas", enfatiza o cantor ao destacar que ela é tão presente em seus pensamentos quanto no seu dia a dia.
Benito di Paula se apresenta neste sábado (9) no Esporte Clube Cabo Branco com o "Essa Felicidade é Nossa" que também é tema da nova canção que tem a participação do filho Rodrigo Veloso.