Caso do assassinato do Vigilante no Estacionamento do Campestre em Sousa permanece sem autoria definida

O Delegado Dr. Carlos Seabra, responsável pela investigação de crime de homicídio em Sousa vai começar nesta quinta-feira (11), ouvir testemunhas do homicídio do vigilante, Edvaldo Laurindo da Gama, 27 anos, morto a tiros no Estacionamento do Riachão Campestre Clube de Sousa na tarde desta terça-feira (09), quando realizava carnaval naquela sodalício.
Autoria do crime ainda é praticamente desconhecida. Apenas dois suspeitos identificados por: Rafael e Matheus são apontados da autoria do crime , os quais permanecem foragidos.
Existem várias versões para o ocorrido que deverão ser investigado pelo Delegado do GTE ? Grupo Especial Tático da Polícia Civil, Dr. Carlos Seabra.
Duas Motos usadas na fuga dos suspeitos após o crime foram apreendidas pela Polícia Militar, momentos depois do ocorrido, e entregues na Delegacia em Sousa para averiguação.