Centro de Cidadania LGBT ajuda mulher trans a conseguir nome social sem cirurgia

Créditos: Reprodução / WEB
A Coordenadoria de Promoção à Cidadania LGBT de João Pessoa conseguiu um feito inédito. Foi concedida a mudança de gênero e prenome à primeira mulher trans, sem a necessidade de intervenção cirúrgica, nesta terça-feira (3). Letícia Sullivan da Nóbrega, 24 anos, procurou o espaço onde foi recebida pelo setor de psicologia, que fez a escuta da usuária durante dois meses e emitiu um parecer favorável para alteração do gênero e prenome.

De acordo com o advogado do Centro de Cidadania LGBT de João Pessoa e responsável pela causa, Fillipe Morais, a usuária passou dois meses sendo auxiliada por psicólogos, que emitiram parecer favorável para alteração do gênero e prenome. Após isso, foi encaminhada para o setor jurídico da instituição, que fez o levantamento detalhado e criterioso de toda documentação necessária e deu a entrada no processo em maio deste ano.

“Existem outros casos como esse não apenas na Paraíba, mas em todo o Brasil, mas em João Pessoa , a conquista foi inédita. No final de junho de 2017 foi realizada uma audiência e, nesta segunda-feira, saiu a sentença autorizando a mudança. É uma grande conquista e estamos muito felizes com essa vitória”, destaca Fillipe Morais.

Segundo Letícia Sullivan da Nóbrega, o Centro de Cidadania LGBT de João Pessoa foi primordial para sua conquista. “Eu nem tenho palavras para descrever a felicidade que estou sentindo. Desde a minha adolescência que sofria muito com essa situação. Era constrangedor chegar nos lugares onde precisava apresentar documentação e viam a foto de um homem. Era complicado provar que aquele era eu. Tenho muita gratidão por toda equipe do Centro, que trata todos e todas que precisam com muito carinho. Estou vivendo um sonho”, comemora.

Serviços – O Centro disponibiliza uma sede do Banco Cidadão, Ouvidoria, bem como acesso às parcerias já firmadas com os programas do Governo Federal como Bolsa Família, Minha Casa, Minha Vida; além de oferecer um espaço para funcionamento de outros serviços de assistência social como o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Centros de Referência da Assistência Social (Cras), Centro POP e as Casas de Acolhida, o que facilita muito o encaminhamento aos serviços já existentes.

No apoio jurídico a população das travestis e transexuais, será orientada em como fazer a retificação de seus nomes, bem como garantir o respeito ao nome social. Haverá a promoção e inserção ao mercado de trabalho, garantindo empregabilidade por meio da parceria com o Sistema Nacional de Emprego de João Pessoa (Sine-JP), por meio do Programa Transcidadania.

Promoção à saúde – Além dos demais serviços ofertados para o público LGBT, o Centro também conta com práticas integrativas complementares na área de saúde a exemplos das atividades de massoterapia, yoga, entre outras praticas de saúde integral.
 
com