Concursados decidem promover ato público para cobrar nomeações: “Vamos parar João Pessoa”



Os concursados da Polícia Militar estão decididos a defender suas nomeações, que o governador Ricardo Coutinho tem se recusado a fazer. Eles estão determinados a acionar a Justiça, com o apoio da Ordem dos Advogados do Brasil, e Ministério Público, para que seus direitos sejam preservados. Mas também estão determinados a chamar atenção da população para o problema.

Eles entendem que o aumento da violência no Estado é função, entre outros, da imensa defasagem no efetivo da Polícia Militar. Dados do Tribunal de Contas do Estado (Sistema Agres) sinalizam uma carência de 8,7 mil policiais atualmente na Paraíba. No próximo dia 15, os concursados irão promover uma mobilização para alertar a população do problema.

“Vamos parar João Pessoa ”, prometem os concursados.

Governador contra – Um áudio vazou Internet, recentemente, revelando indignação de um dos concursados que se encontrou com o governador e, após cobrar as nomeações, ele teria afirmar estar muito chateado com as cobranças.

Quando indagado sobre as nomeações, o governador teria dito: “De maneira alguma eu vou chamar vocês, eu tô de saco cheio de vocês. Vocês estão querendo me botar na parede. Eu não sou de botar na parede. Eu faço outro concurso e não chamo vocês”. O concursado replicou: “Mas, tem um vídeo o senhor falando (que iria contratar)…”

Confira o áudio…

Audio Player 00:00



00:00

Use Up/Down Arrow keys to increase or decrease volume.

helder moura