Coordenador da Defesa Civil faz balanço das consequências da chuva que ocorreu em Patos

Coordenador Defesa Civil.jpg
Ações de limpeza, manutenção e remoção de lixo e entulhos de canais e vias, realizadas há quase um mês pela Prefeitura Municipal de Patos , através da operação Cidade Limpa, surtiram efeito positivo na noite desta quinta-feira, (09/02), com as chuvas que deram.

Conforme dados oficiais disponibilizados no site da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (AESA), as medições pluviométricas resultaram em 49,7mm, no pluviômetro da EMBRAPA, apesar de em alguns dados, extraoficiais, afirmarem que os índices chegaram a passar de 100mm.

O prefeito Dinaldinho Wanderley, sempre preocupado em visitar os locais mais suscetíveis de inundações com as chuvas, se fez presente, juntamente com a equipe da Defesa Civil, para acompanhar as demandas que apareceram  em decorrência da chuva e tomar, de imediato, as medidas cabíveis para cada situação.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Otaviano Ferreira, apesar das demandas que apareceram por decorrência da chuva, fazendo o comparativo com as chuvas do mês de Janeiro, houve uma redução considerável dos problemas.

“O prefeito estava no local conosco e, já hoje pela manhã, acionamos a Ação Social e vamos fazer a realocação dessas pessoas, pois algumas casas, inclusive, correm risco de desmoronamento. Teve uma redução considerável, principalmente, nos locais de área de risco. Nos canais do Morro e do Frango não houveram alagamentos. Os índices pluviométricos da chuva de ontem foram maiores do que as chuvas de janeiro, mas os estragos foram menores”, disse.

Escute a entervista com o coordenador:

 




 

 
var imgsNoTexto = [];