CPI da Merenda tem prosseguimento na Câmara de Pedras de Fogo

A CPI da Medrenda A Câmara de Vereadores de Pedras de Fogo, no Litoral Sul da Paraíba, dar prosseguimento aos trabalhos da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que apura supostas irregularidades no setor de merenda escola r do município. A CPI da Merenda, como foi denominada, foi instalada em fevereiro último, com prazo de finalização de 90 dias, podendo ser prorrogada por mais 90, segundo informa o presidente da Câmara, José Felinto de Sousa , o popular Pelé (PHS).

Segundo Pelé, as denúncias que dão embasamento ao pedido de instalação da CPI foram carreadas por segmentos da própria população, principalmente, por pais de alunos, que teriam acusados irregularidades no processo de aquisição de gêneros alimentícios produzidos pela agricultura-familiar.

A CPI da Merenda está constituída de três integrantes, proporcionais à Bancada, que são: Rivaldo Melo, do PMDB, presidente; e José Galdino (PMDB) e Wilson Coelho (PSB).



Redação