Diretora da UPA de Bayeux recebe Voto de Repúdio da Câmara Municipal

A Câmara Municipal de Bayeux aprovou Voto de Repúdio à diretora da Unidade de Pronto Atendimento da cidade, Teresa Ludimila de Castro, pela forma desrespeitosa no tratamento dispensado a funcionários, usuários da UPA e os vereadores eleitos pela população para representá-la.

Proposto pelo vereador Adriano Martins, o voto recebeu o apoio de diversos parlamentares, indignados com o tom debochado utilizado pela diretora que se intitula "Tia" Ludimila nas redes sociais para tentar desqualifica-los, "dando lições" de como devem exercer o mandato que lhes foi outorgado pelo povo.

Da tribuna, vereadores destacaram que as referências jocosas revelam menosprezo e zombaria não apenas com aqueles por ela nominados, mas pelo Poder Legislativo que todos integram, daí por que a necessidade de atitudes contra essa conduta reprovável. A iniciativa recebeu votos contrários dos vereadores Betinho e Lico.