Discurso de Ricardo não é transmitido por emissora do governo federal e jornalista afirma que foi boicote

Quase passou despercebido o boicote sofrido pelo governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), durante solenidade de inauguração do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco na cidade de Monteiro . Os mais atentos perceberam que a NBR, emissora oficial do governo federal, que transmite as solenidade s com participação do presidente da República, alegou problemas técnicos e não transmitiu a solenidade toda, mostrando até o momento dos discursos do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho e do senador Cássio Cunha Lima

Curiosamente, o problema técnico aconteceu no momento do discurso do governador Ricardo Coutinho

Outro fato que demonstra o boicote, foi o fato de prefeitos da região do Cariri, aliados do governador foram excluídos da solenidade . Lembrando que a lista dos convidados foi fechado pelo Palácio do Planalto e pela Prefeitura de Monteiro , comandada pelo deputado João Henrique (DEM). 

O governador Ricardo Coutinho ganhou destaque no cenário nacional no ano passado por encabeçar um movimento contra o impeachment da presidente Dilma Roussef, fato que não aceitado pelos aliados do presidente da República, Michel Temer. 

No seu discurso, Ricardo disse também que a Transposição é um duro golpe no coronelismo político, os antigos e o modernos, que se benefícia com a seca. Ele também "condenou os que não acreditavam na obra e fizeram terrorismo com a falta de agua em Campina Grande ".  

Coutinho reconheceu a postura e os esforços do ministro da Integração, Helder Barbalho, e do presidente Temer, mas ratificou que os governos Lula e Dilma foram os grandes responsáveis pela concretização da obra.