Em 12 horas, cinco são assassinados no Agreste da Paraíba

 Em um intervalo de 12 horas, entre a tarde deste sábado (21) e madrugada deste domingo (22), a Polícia Militar registrou cinco homicídio s na região do Agreste paraibano. Os crime s ocorreram nas cidades de Campina Grande , Ingá, Juazeirinho, Pocinhos e Boqueirão.Segundo o Centro Integrado de Operações da Polícia Militar (Ciop), na madrugada deste domingo (22), um jovem de 24 anos morreu depois de ser ferido por quatro tiros na cidade de Boqueirão.O crime aconteceu por volta das 2h e, quando a guarnição chegou ao local, os parentes da vítima já estavam ao lado do corpo. Ninguém soube informar como o homicídio aconteceu nem a possível motivação.Na cidade de Pocinhos, dois irmão foram feridos a tiros e facadas e um deles, de 17 anos, morreu. Segundo o Ciop, o crime aconteceu no Bairro Copel, por volta de 21h20, deste sábado. As vítimas foram socorridas e encaminhadas para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande , mas o adolescente de 17 anos não resistiu e morreu. O outro irmão foi ferido no adome e passou por cirurgia, segundo a Polícia. A autoria do crime é desconhecida.Em Juazeirinho, um homem de 26 anos foi assassinado dentro de um bar, na noite do sábado. Segundo o relato de testemunhas, a vítima estava no estabelecimento, por volta de 19h10, quando dois homens chegaram em uma moto e começaram a atirar, segundo informou a Polícia Militar. O homem morreu no local e os suspeitos fugiram.No município de Ingá, um homem de 66 anos foi encontrado morto, enterrado na Zona Rural. A esposa da vítima informou que o idoso estava desaparecido desde a última quarta-feira (18) e foi localizado no sítio Serra Velha. Segundo a Polícia Militar, foi necessário o auxílio do Corpo de Bombeiros para retirar o corpo da corva. O encontro aconteceu por volta de 14h deste sábado e, ainda durante a tarde, um suspeito indicado como inimigo pela esposa da vítima foi detido.Já em Campina Grande , neste mesmo horário, um homem de 21 anos foi morto a pauladas e pedradas. O crime ocorreu no bairro Catingueira e uma testemunha contou a Polícia Civil que viu o momento em que dois suspeitos estavam agredindo a vítima. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Polícia Civil. As informações são do G1.