Emerson Panta avalia 100 dias de governo e garante pagamento dos atrasados a partir deste mês

O prefeito de Santa Rita ,  Emerson Panta (PSDB) concedeu entrevista a emissoras de rádio e de TV nesta quinta-feira (13), fazendo um balanço das ações do governo municipal durante os 100 dias de sua administração. Emerson destacou o respeito ao servidor público, que vem recebendo os salários em dia desde que assumiu o governo, lembrou a realização do Censo do Servidor, que permitiu o enxugamento da folha e assegurou o compromisso de sanar os atrasados do ano passado a partir deste mês de abril, finalizando todo o pagamento até junho.
Para isso, aguarda um parecer da equipe técnica do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), encaminhando, em seguida, o projeto de lei à Câmara Municipal para que seja aprovado. Segundo o prefeito, a prévia consulta ao TCE busca respaldo da legalidade e promove transparência.
"Acredito que o Tribunal se pronuncie até a próxima semana. Então, enviaremos o projeto para a aprovação da Câmara. Será esta aprovação que vai autorizar o pagamento de todos os atrasados, de todos os servidores. Será o Natal de Santa Rita ", explicou o prefeito, em referência à injeção de dinheiro na economia do município.
Sobre a infraestrutura, Panta explicou que as auditorias realizadas pelos órgãos competentes constaram algumas irregularidades em projetos já existentes, motivos pelos quais ainda não pôde executar serviços necessários, a exemplo de operação tapa buraco.
Segundo ele, um novo projeto está em elaboração e vai contemplar todos os bairros e várias ações importantes, que abrangem pavimentação, sistemas de abastecimento de água, implantação de anéis viários, calçadões, entre outros. Com o levantamento concluído, a Prefeitura abrirá a licitação para a efetiva execução dos serviços, que vão beneficiar a zona urbana e distritos, e devem ser iniciados ainda em 2017.
O gestor anunciou que foi dado início nesta quinta-feira à limpeza do Rio Preto, que corta a região central urbana de Santa Rita e registra alagamentos históricos, prejudicando moradores ribeirinhos. Também hoje a Prefeitura distribuiu toneladas de alimentos (peixe e coco ? considerando a tradição da Semana Santa) para cerca de 2000 famílias em estado de vulnerabilidade social, atendidas pelos Centros de Referência de Assistência Social.

A cancela implantada na ferrovia em Várzea Nova também foi lembrada. O prefeito falou sobre a importância da ação, explicou que a urgência impossibilitou a imediata colocação da guarita para abrigar os operadores, já que deve se obedecer aos trâmites legais para a aquisição, assim como esclareceu o fato de a cancela ser manual: os trens que circulam no local não possuem dispositivos eletrônicos instalados que pudessem acionar uma cancela eletrônica, segundo a CBTU. Mais ações foram destacadas durante a entrevista: a regularidade da coleta de lixo após os transtornos vivenciados pela população do município, que ficou completamente desassistida pelos serviços de limpeza pública; os projetos para fomentar o turismo em Forte Velho e os de incentivo ao esporte no município; a manutenção de 33 poços artesianos que abastecem comunidades; o resgate da educação, que teve este ano teve o dobro do número de alunos matriculados na rede municipal após o esforço da equipe da Secretaria de Educação em combater a evasão escolar dos últimos anos, e a garantia de ônibus escolar, merenda, fardamento e kit escolar (estes que devem ser entregues já na próxima semana). Na saúde , Dr. Emerson destacou o restabelecimento crescente dos serviços, a exemplo da reabertura do Samu e de PSFs (foram mais de 110 mil procedimentos realizados nas unidades básicas em apenas dois meses), a inauguração da policlínica, que oferece dez especialidades médicas e realiza até pequenas cirurgias, e a eficaz parceria com o Sesc, que já realizou até o momento mais de 800 mamografias, mais de 900 exames citológicos, e vai zerar a fila de atendimento para esses serviços. O prefeito lembrou ainda que, apesar da alta demanda e das necessidades ainda em andamento, a Prefeitura já iluminou centenas de ruas, vem buscando a organização do trânsito, e conseguiu reduzir o valor dos contratos com fornecedores em até 30%, gerando economia para os cofres públicos. "Muito há que ser feito. Mas nós demos os primeiros passos e estamos prosseguindo no caminho certo. Não há como consertar tudo de uma só vez, mas nosso compromisso é o bem de Santa Rita , que já está mostrando que tem capacidade de se recuperar e avançar", afirmou.