Empresas vão investir R$ 20 milhões na indústria e gerar 165 empregos, na Paraíba

O Conselho Deliberativo do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Industrial da Paraíba (Fain) aprovou, em reunião realizada nesta quinta-feira (14), a concessão de incentivos fiscais para instalação e ampliação de seis indústrias no Estado. No total, as empresas investirão R$ 20,2 milhões, resultando na geração de 165 empregos diretos. Na ocasião, o secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Lindolfo Pires, foi empossado como novo presidente do Conselho Deliberativo do Fain.

As empresas aprovadas na reunião foram: RHPE Indústria de Artefatos de Borracha (Puxinanã), Ethic Indústria, Comércio e Exportação de Alimentos (Cabedelo ), Rodoparaíba Indústria de Carrocerias (Conde), Indústria e Comercio de Laticínios Milli (Sousa ), Handeberg Essence Indústria e Comércio de Aditivos (Patos ) e Conti3 As Indústria e Comércio de Embalagens (Cabedelo ).

São diversos fatores avaliados pelo Conselho Deliberativo para a concessão do incentivo, como a geração de emprego e a importância do empreendimento para a região onde será instalado. No caso da RHPE Indústria, que está sendo implantada em Puxinanã (Região Metropolitana de Campina Grande ), contou a favor também a inovação do produto desenvolvido pela empresa. Além de tapetes e mantas de borracha, a nova unidade fabril produzirá defensas que são instaladas nos portos para amortecer o impacto de um navio de grande porte ao atracar no cais.

De acordo com o empresário Neto Porto, atualmente nenhuma empresa brasileira produz o equipamento para embarcações de grande porte e, por isso, a expectativa é que a produção atenda todo o mercado nacional.

“Avaliamos instalar a fábrica em outros estados, mas tivemos um grande apoio aqui na Paraíba e acreditamos que vamos ter competitividade para atender qualquer mercado com um produto inovador genuinamente paraibano”, afirmou Neto Porto. O equipamento foi desenvolvido em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade de São Paulo (USP) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

O Conselho Deliberativo do Fain é formado pelas seguintes entidades: Secretaria de Estado de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), Federação das Micro e Pequenas Empresas (Femipe), Secretaria de Estado da Receita, Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Secretaria de Estado de Infraestrutura, Ciência, Tecnologia e Recursos Hídricos, Banco do Nordeste, Centro das Indústrias do Estado da Paraíba (Ciep) e Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep).