Família Gadelha deverá seguir rachada na disputa eleitoral de 2018

A tradicional família Gadelha deverá seguir rachada na disputa eleitoral de 2018. O ex-prefeito de Sousa , André Gadelha (PMDB), anunciou que vai disputar uma vaga na Assembleia Legislativa da Paraíba, onde seu primo, Renato Gadelha (PSC) já possui assento. Renato, por sua vez, já avisou que não vai abrir mão de concorrer à reeleição.
 
Para a Câmara federal, Marcondes Gadelha (PSC), que é suplente de deputado federal, adiantou que vai abrir mão da disputa para o seu filho, Leonardo Gadelha (PSC), que preside atualmente Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).
 
Com isso, André adiantou que deverá buscar um candidato a deputado federal de fora para formar chapa. “Se a família continuar e insistir com a candidatura de Renato e Marcondes, fica muito pesado para a chapa dois irmãos saírem candidatos, então eu não entrarei neste pacote e terei que buscar um deputado de fora, mas que possa defender o olhar para a nossa região”, disse.
 
Já Renato, defende que dobradinha entre ele e André é viável: “Isso é bobagem. Já fizemos varias dobradinhas exitosas, com Paulo Gadelha e Marcondes, com Sidoca. Sousa já teve três legislaturas seguidas e quatro deputados federais. Tendo condição, eu não tenho nenhuma imposição. Ele merece ser candidato e eu também. […] A comarca de Sousa tem 90 mil eleitores, se nós resolvermos pelos dois, ainda fica uma quantidade grande para distribuir”, contabilizou.
 
Marcondes justificou o seu afastamento das disputas e defesa pelo nome do filho: “O mais provável é que seja Leonardo. Temos que pensar em termos de renovação. A política se faz com novas ideias e novas propostas. Acho que Leo está bem apetrechado do ponto de vista intelectual. Acho que ta na hora de abrir espaço para as novas gerações”.
 
Blog do Gordinho