Grupo rouba casa de idosas e obriga vítimas a servir café e jantar na Paraíba

Crime aconteceu na cidade de Pocinhos, no Agreste. Um dos suspeitos ainda tentou estuprar uma das idosas

O caso ocorreu no fim da tarde da terça-feira (21), mas só foi registrado na Polícia Civil nesta quarta-feira (22). De acordo com o relato das vítimas, os quatro homens chegaram ao local em duas motos, que ficaram escondidas em um matagal.

No momento, havia apenas duas idosas de 67 e 86 anos na casa. Elas foram rendidas e mantidas como reféns dentro no local. Os suspeitos estavam em busca do dono da casa, um agricultor de 39 anos, mas ele estava na cidade de Campina Grande , fazendo compras.

Segundo a Polícia Civil, enquanto o dono da casa não chegava, os suspeitos obrigaram as duas idosas a prepararem um café para um lanche da tarde e depois ainda jantaram o que havia sobrado do almoço. Um dos suspeitos ainda chegou a elogiar a comida.

A vítima mais velha foi ameaçada de morte e ferida com coronhadas na cabeça. Um dos criminosos chegou a tirar a roupa e tentou estuprar uma das idosas, mas desistiu depois de um apelo da vítima.

“Eu disse: "você num sabe que eu tenho idade pra ser sua avó? Então pense na sua mãe e sua avó e olhe pra mim. Não faça maldade comigo não"”, disse a idosa, ainda chocada.

Já era noite quando o dono da casa chegou. Ele também foi rendido pelos suspeitos, que exigiam dinheiro. Como não conseguiram uma grande quantia, os homens roubaram uma caminhoneta do agricultor e ainda levaram cerca de 40 galinhas, aparelhos de DVD, três celulares, bombas d"água, arame farpado e roupas. As vítimas foram ouvidas na tarde desta quarta-feira na delegacia de Polícia Civil, em Pocinhos.

O delegado Durval Barros, que investiga o caso, suspeita que algum dos criminosos envolvidos na ação é conhecido da família. “Nós instauramos o inquérito e vamos fazer as investigações para tentar chegar aos autores desse crime ”, disse ele.

G1 PB