Jovem acusada de matar o pai no Agreste confessa o crime e afirma que era estuprada constantemente

A jovem grávida presa nesta quinta-feira (16) acusada de matar o próprio pai no município de Casserengue, no Agreste paraibano, confessou o crime e prestou depoimento à Polícia. A jovem contou que era constantemente estuprada pelo pai e também que viu várias vezes a mãe ser agredida.


A prisão aconteceu quando a Polícia fazia uma ronda à paisana e avistou a jovem com outras duas pessoas fazendo compras em um mercadinho, próximo a casa onde morava. Ela não ofereceu resistência ou arrependimento do crime cometido.
Ainda segundo a Polícia, a jovem entrou em contato com dois homens do bairro de Mandacaru, em João Pessoa , para que eles ajudassem no plano de matar o pai.