Juiz defere liminar e cancela polêmica manobra do presidente da Câmara Municipal de Sapé

O juiz Judson Kildere Faheina, nesta sexta-feira (30), deferiu uma liminar cancelando todas as decisões tomadas na sessão da Câmara Municipal de Sapé de ontem.
Com isso, o atual presidente, Luís Limeira (PP), conhecido como Luizinho, vai continuar no cargo apenas até o dia 31 de dezembro e não vai liderar a sessão de 1º de janeiro, como gostaria.
No seu lugar, a primeira sessão será presidida pela vereadora mais votada, Maria das Graças da Silva Lopes (PRB).
Entenda - Três vereadores de Sapé protocolam nesta quinta-feira (29) ações no Ministério Público e na Justiça denunciando manobra para favorecer a reeleição do vereador Luís Limeira à presidência da Mesa Diretora da Câmara do Municipal.

De acordo com o vereador Robson Guedes (PTB), foi agendada para amanhã uma sessão extraordinária pelo atual presidente da Casa para mudar o regimento interno. "Ele quer alterar a data de inscrição de chapas que poderia ser feita até o dia da posse dos novos vereadores e o tempo de permanência na presidência da Mesa: cairia de dois para um  ano".

Segundo Robson, essa manobra inviabilizaria a candidatura do vereador Johny Rocha (PSDB) à presidência da Câmara. Ainda de acordo com o petebista, o grupo adversário de Luís Limeira não foi comunicado sobre a realização da sessão extraordinária. "Três (Vera, Robson e Arquimedes) dos oitos vereadores que apoiam Johny  vão ficar de fora da sessão", disse.

Para Robson Guedes, o que o vereador Luís Limeira vem fazendo é um desrespeito à Câmara e à sociedade sapeense. "Espero que a Justiça e o Ministério Público ponham limites na administração de Luís Limeira".

O representante do PTB denunciou ainda, que foi impedido de resgatar a ata da última sessão da Câmara ? dia 15 de dezembro. O documento, segundo Robson, contém tudo o que foi dito e aprovado na atual legislatura.

Veja como votaram os vereadores: 
Presidente: Luiz Ribeiro Limeira Neto (PP)
SIM
Antonio Pinhieiro de Lima Junior (PSDB)
Cibele Cabral da Silva (PSB)
Elton Serafim de Pontes (PDT)
Jackson Mota do Nascimento (PP)
João Francisco Rodrigues Neto (DEM)
Josinaldo Ricardo Coelho (PSB)
Leandro Viana Gomes (PSB)
Maria das Graças Silva Lopes (PRB)
Maria Eulália Inácio (PP)
Gilson Pereira Nunes (PP)
Paulo Ferreira de Pontes Filho (PPS)
Pedro Ramos Cabral (PSB)

CONTRA 
Arquimedes Natércio Santos de Freitas (PP) 

Robson Guedes de Vasconcelos (PTB)