Manoel Jr destaca a inclusão de mais 22 municípios da Paraíba no Semiárido

Os municípios inclusos são -  Araçagi, Alagoa Grande. Alagoa Nova, Alagoinha, Areia,  Belém, Borborema. Cuitegí, Duas Estradas, Guarabira. Juarez Távora,  Lagoa de Dentro, Massaranduba, Matinhas, Mulungu, Pilões, Pilõezinho, Pirpirituba,  Serra da Raiz, Serra Redonda, Serraria e Sertãozinho.  O deputado Manoel Júnior (PMDB) ainda comentou a aprovação da Medida Provisória 668/2015, pela Câmara Federal, que aumenta as alíquotas de duas contribuições incidentes sobre as importações, o PIS/Pasep e a Cofins, é de pouca influência para a economia paraibana. "Nós, quase não temos produto importado" destacou.

Em compensação, de acordo com ele, a MP que faz parte do pacote do ajuste fiscal do governo, protege a indústria nacional dos importados. A MP 668/15 foi aprovada na Câmara no último dia 20 e perderia a validade em 1º de junho, e texto foi aprovado por votação simbólica no Senado, do jeito que veio da Câmara, sem novas mudanças.

Segundo Manoel Júnior, a intenção do governo é dar isonomia tributária e impedir que produtos nacionais paguem mais tributos que os importados. As mudanças propostas e as majorações de algumas alíquotas deverão gerar arrecadação extra na economia nacional.

Na regra geral, com exceção de produtos com alíquotas diferenciadas, o Pis/Pasep passa de 1,65% para 2,1%. O Cofins vai de 7,5% para 9,65%, totalizando 11,75%, contra os atuais 9,15%. Essas alíquotas incidem em produtos como alguns itens de perfumaria, produtos farmacêutico, máquinas. Veículos e autopeças, pneus novos de borracha, câmara-de-ar e papéis destinados à impressão de periódicos.