Mulher revela em vídeo como matou o pai

O relato é forte, a frieza da acusada ainda mais. “Nem um pingo eu num me arrependo, mataria de novo”, diz  Rosângela Santos Aguiar, de 23 anos, que matou o próprio pai na tarde desta quarta-feira (15) na cidade de Casserengue, no curimataú da Paraíba.


Em uma entrevista da a imprensa a acusada não se intimida ao falar do caso e chega a dizer que bebeu o sangue do pai e ironiza: “docinho, docinho”. Os motivos do crime, ela diz que teria sido estuprada pelo pai e que a mãe era espancada.