Paraíba é 2º do NE em vacinação contra H1N1 em grupo prioritário

A Paraíba foi o segundo estado do Nordeste que percentualmente mais aplicou doses da vacina contra a gripe H1N1 nas pessoas que se encaixam na grupo prioritário durante a campanha promovida em todo o Brasil. Conforme dados divulgados pelo Ministério da Saúde (MS), 89,2% dos 853.196 paraibanos que formam a população foram vacina dos entre 30 de abril e 20 de maio.



Ainda de acordo com levantamento de dados da Agência Saúde do MS, o público-alvo da vacina ção na Paraíba é de pouco mais de 946 mil pessoas e para campanha foram enviadas mais de 1 milhão de doses. Apenas o estado de Alagoas, com 90,1%, apresentou um percentual de vacina ção no grupo prioritário melhor que o paraibano.

Em todo Brasil, mais de 47,6 milhões de pessoas já se vacina ram contra a influenza neste ano, o que representa uma cobertura de 95,5% do público-alvo da campanha, composto de 49,8 milhões de pessoas. O Ministério da Saúde disponibilizou 54 milhões de doses da vacina , uma reserva técnica de 4,2 milhões de doses acima do quantitativo de pessoas que integram o público prioritário.

O público-alvo é formado por crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis. As pessoas deste último grupo são mais vulneráveis a desenvolver a forma grave da doença. 

Até o momento, a região Sudeste apresentou o melhor desempenho em relação à cobertura vacina l contra a influenza, com 93,9% de imunização, seguida pelas regiões Sul (92,3%); Centro-Oeste (90,9%); Nordeste (87,2%) e Norte (86,3%).

Neste ano, até 30 de maio, foram registrados 4.704 casos de influenza de todos os tipos no Brasil. Deste total, 3.978 foram por influenza A (H1N1), sendo 764 óbitos, com registro de um caso importado (o vírus foi contraído em outro país). Os dados constam no Boletim Epidemiológico de Influenza do Ministério da Saúde. Na Paraíba, segundo o Ministério da Saúde, foram registrados 18 casos de influenza A H1N1 e nove mortes foram confirmadas.