Perseguição resulta em morte de suspeitos de homicídios em Esperança

Uma ação conjunta das Polícias Civil e Militar na região da 12ª Área Integrada de Segurança Pública (Aisp), com sede em Esperança , resultou na morte de dois criminosos na zona rural de Alagoa Nova, nesta sexta-feira (19). Durante a ação, houve troca de tiros , que atingiram José Adailton Lúcio Costa, conhecido como Tana ou Bacurim, 28 anos, e Tiago Sebastião da Silva, o Tiago do Peixe, 19 anos, suspeitos da prática de homicídio s e roubo s a propriedades rurais nas cidades de Remígio, Arara, Areia, Lagoa Seca e Matinhas. Mais de 20 policiais das equipes do Núcleo de Homicídios de Esperança , da Delegacia de Roubos e Furtos de Campina Grande , da delegacia de Alagoa Nova e ainda policiais do 10º Batalhão de Polícia Militar participaram do trabalho.

De acordo com o titular da 12ª Delegacia Seccional, delegado Henry Fábio, a abordagem aconteceu no Sítio Cepilho. "Recebemos a informação de que o Bacurim estaria escondido nessa propriedade e nos deslocamos para lá. Quando lá chegamos, Polícias Civil e Militar, fomos recebidos a tiros pelos dois homens e de forma justa e moderada reagimos", explicou o delegado.

Para o major Josiel Brandão, comandante do 10º Batalhão de Polícia Militar, durante a ação participaram mais de 20 policiais entre civis e militares. "Durante a abordagem na propriedade, os criminosos começaram atirando contra as guarnições e durante a troca de tiros , José Adailton Lúcio Costa e Tiago Sebastião da Silva foram atingidos. Eles ainda foram socorridos para o hospital de Alagoa Nova, e poderiam ser transferidos para o Hospital de Trauma de Campina Grande , mas não resistiram aos ferimentos. Com a dupla foram encontrados dois revólveres", explicou o delegado.

Ainda segundo a Polícia, a "Operação Marcão" foi resultado de vários meses de investigação e pelo menos 14 ações das polícias no sentido de prender Bacurim. O nome da operação foi uma homenagem ao investigador Marcos Vinícius Paulo de Sousa , 42 anos, assassinado no exercício de suas atividades no dia 6 de outubro do ano passado, em Puxinanã. "Ele participou ativamente dos trabalhos realizados para a localização de José Adailton, que era um dos criminosos mais procurados da região", acrescentou Henry Fábio, afirmando que este foi o quinto confronto entre policiais e criminosos para a prisão de Tana.

Histórico de crime s – Bacurim era apontado como autor de pelo menos 15 homicídio s na área de Esperança e contra ele pesavam oito mandados de prisão expedidos pelo Poder Judiciário. Já Thiago era apontado como braço direito de José Adailton, depois da morte de Paulo Apolinário de Sousa , de 33 anos, e Anita Flávia Pessoa, de 20 anos, durante confronto policial na mesma região no dia 28 de dezembro de 2015.

"Com a morte de Bacurim consideramos que a população da zona rural nesta região passa a se sentir mais segura, haja vista que mais de cem famílias já haviam se mudado para a zona urbana em virtude da forma violenta como esse grupo agia", finalizou a autoridade policial.
ImprimirClique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Compartilhe no Google+(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela)