Pilõezinhos: Sindicalista é acusado de transportar 200 kg de maconha

; O Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pilõezinhos, Marcelo Matias Camelo, está respondendo na justiça do Mato Grosso do Sul, por um crime que segundo ele, nunca cometeu. Marcelo é acusado de ser traficante de drogas.

O suposto crime teria sido praticado no início do ano passado (2014), e Marcelo que nunca dirigiu veículo motorizado é acusado no processo,de ser o motorista que transportava cerca de 200 kg de maconha.

Marcelo, é ligado a grupos da igreja católica em sua cidade, e um homem de conduta ilibada. Ele procurou a imprensa para externar tal situação.

O sindicalista tenta reunir, provas de sua permanência durante esse período, em Pilõezinhos. “Eu nunca viajei para esse lugar. Nunca estive em Mato Grosso do Sul e nem sei dirigir.” Disse.

;