Polícia apreende espingardas na zona rural de Diamante

A Polícia Civil da Paraíba, por meio de um trabalho executado pelo Grupo Tático Especial (GTE) da 17ª Delegacia Seccional, com sede em Itaporanga, prendeu, na tarde dessa quarta-feira (21), José Leite da Silva, de 59 anos. Com ele ainda foram apreendidas cinco armas. A prisão e apreensão ocorreram na zona rural do município de Diamante.

De acordo com os policiais, na residência do suspeito foram encontradas uma espingarda calibre .36, uma espingarda calibre .40 e três de calibre não definido, mas que serão encaminhadas para a perícia, além de diversas munições.

Após a prisão, o suspeito foi encaminhado para a delegacia seccional de Itaporanga e depois de ouvido foi arbitrada a fiança. José Leite da Silva responderá pelo crime de posse ilegal de armas de fogo e munições, em liberdade.

Crime contra Comerciante ? No município de Conceição, a Polícia Civil prendeu um homem identificado por Ronildo Morais de Brito, de 27 anos, suspeito de envolvimento na morte do comerciante Damião Sabino Vieira, de 64 anos. O crime ocorreu na noite do último dia 4 de dezembro. A arma e a motocicleta utilizadas no crime foram apreendidas.

De acordo com o delegado da 17ª seccional, Glauber Fontes, o suspeito preso teria sido o piloto da motocicleta utilizada para chegar ao local onde estava a vítima. "As investigações apontaram que o suspeito iria transportar o executor do comerciante, na promessa de receber a quantia de R$ 1.000 pelo transporte. O executor do crime foi identificado por Washington Morais, que está foragido. Já quanto ao suspeito preso, ao ser identificado pela Polícia descobriu-se que Ronildo Morais já tinha mandado de prisão preventiva, expedido pela Justiça de Conceição", disse a autoridade policial, acrescentando que desde o dia do crime , a Polícia Civil recebia ligações por meio do número 197 (Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e Defesa Social), dando informações sobre os envolvidos no assassinato.

Ainda segundo o delegado Glauber Fontes, o revólver foi encontrado na residência de Francisco Irineu da Conceição, de 51 anos, que é tio de Washington Morais, apontado como o executor do crime . Na residência foram encontrados também uma espingarda adulterada e munições. Francisco Irineu foi preso em flagrante e em seguida a prisão foi convertida em prisão preventiva.