Polícia Civil de Catolé do Rocha cumpre mandado de prisão de homem suspeito de praticar estupro

Armas apreendidas.jpg
Uma operação policial da Polícia Civil realizada na tarde desta quinta-feira (21/07) na cidade de Catolé do Rocha/PB e comandada pelo Delegado de Polícia Civil, Dr. Elcenho Engel Leite, com o apoio do Delegado Demetrius Patricio, deu cumprimento a um Mandado de Prisão Preventiva e Mandado de Busca, Apreensão contra NIERRISON ANGELO DOS SANTOS, vulgo BRANCO, com 33 anos de idade.

O referido mandado foi expedido pelo juízo da Comarca de Catolé do Rocha/PB, após representação feita pela Autoridade Policial, aonde este, após ouvir a vítima, testemunhas, com o laudo de exame de conjunção carnal comprovando a violência e se averiguar denuncia formulada no Disque Denuncia 197 da Policial Civil se constatou pelos indícios até então apresentados, de que BRANCO, em tese, é o autor dos crime de estupro praticado contra a vítima A.E.B.

O fato se deu na ultima segunda feita (18/07/2016) quando a vítima tinha ido deixar os filhos em uma  escola, no Sítio Mendonça, município de Catolé do Rocha/PB, e quando retornava para casa, uma pessoa que estava encapuzada e de posse uma arma de fogo, fez com que a vítima entrasse para dentro do mato e sob ameaça constante com a arma em sua cabeça, teve que manter relações sexuais forçada.

O criminoso, após o ato sexual, fotografou a vítima nua com seu celular, e disse que, caso contasse o fato para alguém lhe mataria e mataria todo sua família.

De posse do mandado a equipe de policiais civis se dirigiu a casa de BRANCO e cumpriu o respectivo Mandado de Prisão Preventiva, e efetuaram sua prisão, tendo logo em seguida, cumprido o mandado de Busca e Apreensão na residência do mesmo, sendo encontrado, 01 (uma) espingarda CBC Calibre 28, 01 (uma)  espingarda CBC Calibre 36, 04 celulares, 11 (Onze) Cartuchos deflagrados calibre 28 marca CBC, 09 (nove) Cartuchos intactos calibre 28 marca CBC, 02 (dois) Cartuchos intactos calibre 36 marca CBC, 13 (treze) Cartuchos deflagrados calibre 36 marca CBC, 04 (quatro) cartuchos intactos calibre .44 marca CBC, 02 câmeras fotográficas e 04 celulares, sendo todo material apreendido encaminhado para a Delegacia juntamente com BRANCO.

Também foi feito o Auto de Prisão em Flagrante Delito contra NIERRISON ANGELO DOS SANTOS, por posse ilegal de arma de fogo e munição, sendo o mesmo após as providências de praxe, encaminhado para o Presídio Regional de Catolé do Rocha/PB.

A vítima do estupro não reconheceu a pessoa de BRANCO como o autor do estupro, e o fato foi comunicado ao Poder Judiciário. 

O delegado Elcenho Engel Leite, disse que o crime de estupro é indiscutivelmente grave e vil, cujo cometimento, em regra, suscita um forte sentimento de repulsa e gera um sentimento revolta na sociedade, e atos como estes, devem ser coibidos em todas as formas.

 

Informações repassadas pelo Delegado Elcenho Engel Leite
var imgsNoTexto = [];