Polícia Militar prende quinze pessoas e apreende 110 pássaros em feiras livres da Grande João Pessoa

O Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPAmb) prendeu cerca de 15 pessoas e apreendeu 110 pássaros nativos que estavam em cativeiro ou sendo comercializados em feiras livres. As ações começaram na sexta ? feira (08) na cidade de Jacaraú, no litoral norte, quando um homem foi detido com 25 pássaros silvestres. No sábado a PM foi até as cidades de Santa Rita e Bayeux , onde 44 pássaros foram apreendidos e 9 pessoas detidas por estarem com os animais em situação ilegal.

"Algumas pessoas estavam na feira livre da cidade de Santa Rita comercializando as aves, cujos valores variam de acordo com a espécie. Outras estavam com os animais em casa", afirmou o comandante do Batalhão Ambiental, major Lucas. 

Já neste domingo (10), a Operação Voo Livre aconteceu em João Pessoa , na feira de Oitizeiro. Na ocasião, 5 homens foram presos e 40 pássaros apreendidos.


Os presos foram autuados na delegacia de polícia por crime ambiental, previsto no artigo 29, inciso III, da lei 9.605/98, que prevê pena de 6 meses a 1 anos para  quem vende, expõe à venda, exporta ou adquire, guarda, tem em cativeiro ou depósito, utiliza ou transporta ovos, larvas ou espécimes da fauna silvestre, nativa ou em rota migratória, bem como produtos e objetos dela oriundos, provenientes de criadouros não autorizados ou sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, além das multas aplicadas que somaram mais de R$ 20 mil reais.

Todas as aves foram levadas para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), em Cabedelo , onde serão examinadas por biólogos para depois serem soltas no seu habitat natural. Entre as espécies resgatadas estão papa-capim, caboclinho, azulão, curió, coleira, galo de campina, sanhaço e sibito.