Polícia prende mais dois integrantes de quadrilha responsável por roubos na região de Esperança

Investigações realizadas pela Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Alagoa Nova e do Grupo Tático Especial (GTE) de Esperança , resultaram na prisão de Ramon Rodrigues de Souza e Silva, 23 anos, e Pedro Apolinário de Souza, 47 anos, nesta segunda-feira (21), na cidade de Alagoa Nova, em cumprimento a mandados de prisão preventiva expedidos pelo Poder Judiciário. De acordo com a Polícia, ambos são envolvidos na quadrilha de José Adailton Lúcia da Costa, 28, morto em confronto policial no dia 19 de fevereiro naquela cidade e suspeito de chefiar o grupo especializado em homicídio s e crime s contra o patrimônio na região.

De acordo com o delegado seccional de Esperança (12ª DSPC), Henry Fábio, as investigações desenvolvidas pelas equipes policiais indicaram a participação ativa de Ramon e Pedro no levantamento de possíveis vítimas e na efetivação de roubo s. "A nossa seccional ainda continua o trabalho para prender e apresentar à Justiça todos os envolvidos com esta quadrilha. Pedimos à população da região o fornecimento de informações via o Disque Denúncia 197, para que possamos identificar, localizar e prender tais indivíduos, como também denúncias sobre outros crime s que porventura tiverem conhecimento", ressaltou a autoridade policial.
Quadrilha ? José Adailton era apontado como autor de pelo menos 15 homicídio s na área de Esperança e contra ele pesavam oito mandados de prisão. Já Tiago Sebastião da Silva, 19 anos, morto na mesma ocorrência do dia 19, era apontado como braço direito de José Adailton, depois da morte de Paulo Apolinário de Sousa , de 33 anos, e Anita Flávia Pessoa, de 20 anos, durante confronto policial na mesma região no dia 28 de dezembro de 2015. Ambos eram suspeitos da prática de homicídio s e roubo s a propriedades rurais nas cidades de Remígio, Arara, Areia, Lagoa Seca e Matinhas.