Prefeito de Pocinhos cancela festa de posse e pede segurança

Segundo o prefeito de Pocinhos, Cláudio Chaves (PTB), a cidade, situada no Cariri paraibano, só possui três policiais e uma viatura para garantir a segurança de cerca de 20 mil pessoas.

No último domingo (25), o vereador Josevandro da Silva (PSB) foi assassinado após perseguir bandidos que roubaram sua residência.

Cláudio Chaves afirmou em entrevista concedida na manhã desta quarta-feira (28) que há tempos vem cobrando maior empenho do governo estadual para a questão da segurança em Pocinhos.

– De nossa parte, já implantamos uma guarda municipal e estamos estudando um projeto para colocar câmeras nas ruas – declarou.

Ele também relatou que pessoas estão abandonando suas casas na zona rural porque estão com medo da insegurança.

A única agência bancária da cidade foi fechada devido aos ataques dos bandidos.

O prefeito revelou que a festa da posse do executivo e legislativo, que aconteceria no próximo domingo, 01 de janeiro, na praça da cidade,  foi cancelada. Apenas a missa, em ações de graça, e a solenidade , que será realizada na Câmara Municipal da cidade, serão realizadas

As declarações repercutiram na rádio Correio FM.  Paraibaonline