Servidores das universidades na Paraíba se integram ao Dia Nacional de Paralisação nesta quarta

Os servidores técnico-administrativos das universidades públicas da Paraíba, que compõem a base do Sindicato dos Trabalhadores em Ensino Superior da PB-SINTESPB, vão paralisar  as atividades nesta quarta-feira, dia 06 de julho, para participar das mobilizações do Dia Nacional de luta da Fasubra, que tem como pauta a Defesa da Saúde e da Educação, pelo cumprimento dos acordos de greve , contra a PEC 241 (que congela os gastos públicos por 20 anos) e a reforma da Previdência.

A presidente do SINTESPB, Marizete Figueiredo, disse que o objetivo principal da paralisação de 24 horas é denunciar o momento atual enfrentado pelos trabalhadores no Brasil, de incerteza e ataques aos direitos trabalhistas e sociais. "Além disso existe a insegurança no cumprimento do termo do acordo de greve firmado pelo Governo da presidenta Dilma com a categoria, no final de 2015 e que atual governo pode não querer honrar", explicou a presidente do SINTESPB.
Como parte da programação do Dia Nacional de Paralisação, na Paraíba o Sintespb estará promovendo o seguinte calendário de mobilização: nesta terça-feira, aconteceu uma caminhada na parte da manhã por todos os centros da universidade, com carro de som e panfletagem convocando para a assembleia geral que será realizada amanhã, às 10:00 horas, na sede do Sindicato para referendar a paralisação encaminhada pela Fasubra, federação que congrega todos os sindicatos de trabalhadores das universidades brasileiras e também chamando para o ato político-cultural em defesa da democracia, que será realizado em frente da IFPB, a partir das 15:00 horas, que contará com a participação de artistas locais como Pau de Dar em Doido, Escurinho, Bebé de Natércio e Mestre Fuba.