Situação de Fagundes é idêntica a da Baía da Traição e nova prefeita vai encontrar ‘sucata’ na garagem para gerir

O que espera os novos prefeitos em seus municípios é cenário de guerra para ser administrado a partir de janeiro de 2017. Assim como na Baía da Traição, outros municípios apresentados em reportagem do Jornal Correio da Paraíba, na edição do último domingo (11) é de se assustar.
Leia também: Novo gestor na Baía da Traição, litoral norte da PB, vai encontrar folha "abarrotada" e débitos de todas as ordens
Na cidade de Fagundes, que dista de Campina Grande apenas 29 km e de João Pessoa  126 km, dos 18 veículos da frota municipal apenas 3 estão funcionando, a ambulância está parada por falta de manutenção, os veículos do PAC – uma retroescavadeira e dois tratores – estão sem condições de funcionamento, dentre outros veículos.
A situação se agrava ainda mais quando observado como se encontra os fornecedores do município, a grande maioria deles estão entre dois e quatro meses de pagamentos em atraso.
A Prefeita eleita Magna Dantas tem experiencia suficiente para superar as adversidades, pois já foi vereadora por 4 mandatos, Secretária de Ação Social por 4 anos e primeira-dama por 8 anos, atuando permanentemente na gestão pública.