UEPB de Guarabira realiza encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos

Nesta terça-feira (25), a partir das 14h, acontece, no auditório do Campus III da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), situado em Guarabira , a sexta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos da Paraíba. Trata-se de um movimento cultural promovido pela Pró-Reitoria de Cultura (Procult) com a finalidade de celebrar a arte e a sabedoria popular, principal dimensão da riqueza cultural do Brasil, sobretudo do Nordeste. A Direção do Centro de Humanidades convida a comunidade acadêmica e o público em geral para prestigiarem o evento.

A programação envolve acolhimento dos artistas e uma oficina, que será ministrada por Luizinho Calixto, nome respeitado no cenário musical quando se faz referencia à Sanfona de Oito Baixos.  Durante a atividade, serão abordados vários temas, tais como: origem dos instrumentos em foco, técnicas e afinação, além de ser reservado um espaço de diálogo para que cada um possa relatar suas experiências com a música e as influências adquiridas. Em seguida, acontecerá a apresentação de todos os sanfoneiros e tocadores. Na ocasião, serão selecionados aqueles que irão participar da etapa final, em Campina Grande , no dia 12 de maio.

Para o pró-reitor de Cultura da UEPB, professor José Cristóvão Andrade, "a defesa e propagação da cultura popular exige que a Universidade encare o  encontro de Sanfoneiros e de Tocadores de Oito Baixos não só como um evento isolado, mas uma proposta efetiva em salvaguarda das manifestações populares e de categorias de profissionais com perfil histórico na nossa cultura regional".

Por sua vez, o pró-reitor adjunto de Cultura, José Benjamim Pereira Filho, apontou que a ideia da iniciativa é resgatar a notável personalidade musical do sanfoneiro, enquanto representação responsável pela grandeza do principal repertório e essência das festas populares. "Almejamos possibilitar a união entre novos e antigos músicos de sanfona. Com esse projeto, a UEPB alia-se com maior profundidade ao cotidiano da música nordestina", destacou.  Acerca da culminância das atividades, próxima ao Maior São João do Mundo, o professor explanou que é na festa junina que a música regional se expressa com maior destaque, sendo sempre executada por seu instrumento mais significativo, a sanfona.



 



Simone Bezerrill e Oziella Inocêncio/Ascom

Comentar var $btnAumentar = $("#btnAumentar") var $btnDiminuir = $("#btnDiminuir") var $elemento = $(".thecontent") function obterTamnhoFonte() { return parseFloat($elemento.css("font-size")) } $btnAumentar.on("click", function() { $elemento.css("font-size", obterTamnhoFonte() + 1) }) $btnDiminuir.on("click", function() { $elemento.css("font-size", obterTamnhoFonte() - 1) })