Vereadores de Sapé vão à Justiça para barrar manobra que favorece reeleição do presidente da Câmara

Três vereadores de Sapé protocolam nesta quinta-feira (29) ações no Ministério Público e na Justiça denunciando manobra para favorecer a reeleição do vereador Luís Limeira à presidência da Mesa Diretora da Câmara do Municipal.

De acordo com o vereador Robson Guedes (PTB), foi agendada para amanhã uma sessão extraordinária pelo atual presidente da Casa para mudar o regimento interno. "Ele quer alterar a data de inscrição de chapas que poderia ser feita até o dia da posse dos novos vereadores e o tempo de permanência na presidência da Mesa: cairia de dois para um  ano". Leia mais:

Vereadores de Sapé acusam bancada de situação de tentar burlar eleição da Mesa Diretora Segundo Robson, essa manobra inviabilizaria a candidatura do vereador Johny Rocha (PSDB) à presidência da Câmara. Ainda de acordo com o petebista, o grupo adversário de Luís Limeira não foi comunicado sobre a realização da sessão extraordinária. "Três (Vera, Robson e Arquimedes) dos oitos vereadores que apoiam Johny  vão ficar de fora da sessão", disse.

Para Robson Guedes, o que o vereador Luís Limeira vem fazendo é um desrespeito à Câmara e à sociedade sapeense. "Espero que a Justiça e o Ministério Público ponham limites na administração de Luís Limeira". O representante do PTB denunciou ainda, que hoje à tarde foi impedido de resgatar a ata da última sessão da Câmara - dia 15 de dezembro. O documento, segundo Robson, contém tudo o que foi dito e aprovado na atual legislatura.