Vigilante é assassinado durante realização do carnaval do Riachão Campestre Clube em Sousa

Edvaldo Laurindo da Gama, tinha 27 anos Um elemento ainda não identificado pela reportagem adentrou ao estacionamento do Riachão Campestre Clube de Sousa , por volta das 16h desta terça-feira (09) efetuou disparos de arma de fogo que atingiram a cabeça e o tórax do Vigilante, Edvaldo Laurindo da Gama, 27 anos, que residia no Sousa I.
 
Informações que a vítima chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital Regional de Sousa com vida, mas ao adentrar, e receber os atendimentos médicos, não resistiu, veio a óbito.
 
Há algumas informações que apontam o motivo do homicídio durante a realização no Carnaval naquele sodalício. Testemunhas contaram que alguns suspeitos vendiam loló no interior do clube, quando teriam sido identificados, e colocados para fora do Riachão.
 

O vigilante Edvaldo Laurindo da Gama, tinha 27 anos -  
Em frente à segunda entrada do Campestre, os vigilantes teriam entrado em atrito verbal novamente com os suspeitos, até ocorrido agressões físicas múltiplas.
 
O suspeito do crime teria saindo avisando que voltaria para acertarem as contas. Momentos depois, o suspeito chegou numa Moto Broz, efetuou vários disparos de arma de fogo, acertando o Vigilantes, que mesmo socorrido ao Hospital, morreu.
 

A Moto foi encontrada abandonada pela Polícia Militar que está em diligência, juntamente com o pessoal do GTE da Polícia Civil de Sousa .
 
 
A vítima foi socorrida para o hospital mas não resisitiu e morreu -  
Por Folha do Sertão